Entrar com o Facebook
Recuperar Senha Cadastre-se

Perfil -Sair

Perfil - Sair

Sem mais desculpas! A viagem dos sonhos em tempos de crise é possível! Descubra como.

Matheus Amorim |

Com a instabilidade econômica e a necessidade de economizar, fazer uma viagem torna-se mais difícil. No entanto, é possível viajar mesmo em épocas em que o país atravessa uma crise. Aqui você encontrará algumas dicas de como garantir a tão sonhada viajem economizando dinheiro.

1.Planejamento

É necessário planejar, para isso, é indicado colocar na ponta do lápis, além dos custos de moradia, alimentação e transporte, gastos como “lugares para conhecer” e outas atividades, justamente para saber qual o nível de flexibilidade financeira possível durante a temporada no exterior.

O povo brasileiro historicamente é caracterizado por viajar e gastar muito, até mesmo os mais economistas fazem gastos que poderiam ser evitados ao viajar.

Apesar de ser possível ter experiências internacionais gastando pouco, o planejamento é o principal aliado dos viajantes.

2. Economizar

Economizar dinheiro é muito importante para viajar, isso deve ocorrer muito antes, o ideal é começar a adquirir a tal moeda desde o momento em que se decide viajar, mesmo em desvalorização a poupança ainda é uma boa opção.

Outro conselho é não tentar especular o câmbio. Esperar a moeda desejada subir ou cair é arriscado e dificilmente dá certo. Ao comprar as moedas aos poucos, o viajante consegue formar uma cotação média da moeda e não corre o risco de ter de fazer a conversão em um momento de baixa do real.

3. Como usar o dinheiro?

Os pagamentos internacionais, com cartão de crédito ou débito, e saques em moeda estrangeira têm o IOF de 6,38%, um valor mais alto do que a compra da moeda do Brasil, cujo imposto é de 0,38%.

Para os viajantes que tem a intenção de ficar um curto período no país estrangeiro, é recomendado levar dinheiro em papel, cartão de credito ou debito, mas a partir de dois ou três meses de viagem, já é mais vantajoso abrir uma conta no país de destino e enviar o dinheiro por transferência bancária. Isso porque, ao andar com altas quantidades de dinheiro em papel, corre-se o risco de assaltos e perdas, além de outros imprevistos que podem estragar o intercâmbio.

Ao abrir uma conta no exterior, é mais seguro procurar um banco brasileiro com subsidiárias no exterior. Assim é possível ter mais confiança nas transações bancárias.

4. Procure viajar para um lugar com baixo custo de vida

Esse fator é importantíssimo. Se possível evite países com moeda em alta valorização, em tempos de crise opte por países que possuam custos mais baixos, outra dica importante é evitar capitais, porque os preços costumam ser bem mais altos, principalmente para hospedagem.

Hoje em dia, as viagens e o turismo são um dos mais importantes negócios a nível mundial, ambos acarretam em benefícios para o viajante que tem contato com uma nova cultura, e também para o país visitado que recebe um retorno econômico.

As viagens internacionais em tempo de crise são possíveis, basta fazer um bom planejamento e então fazer a sonhada viajem.

Comentários

Click aqui para Comentar

Voltar

  • Entrar com o Facebook

  • Fazer Login

  • Cadastre-se

Voltar